01 de Abril de 2018

Depois de tantos meses ausente, voltamos ao nosso diário de bordo.

Desde 15 de outubro que estou pela Índia. Voltei em casa apenas para natal e pro Brasil o carnaval.
Estamos com 76 lojas na Europa (estreando em Ibiza, Nice e Saint Tropez) e ainda mais tres Franchising nos EUA no estado da Florida.
Então esta uma loucura controlar toda a produção da Antica Sartoria.
Mas já estamos prontos para começar a coleção de 2019.

Hoje, dia primeiro de Abril, domingo de pascoa, estou aqui em Delhi, na capital da Índia. Aqui não se comemora a pascoa. Não se vê chocolates, ovos, nem nenhuma menção e ressurreição de cristo. é um domingo qualquer como os outros. Aproveitei para passear pelo Humayun’s  Tomb, o Mausóleo do Imperador Humayun. e um dos destinos imperdiveis de Delhi.

O Humayon Tomb, o Mausóleo do imperador Humayon em New Delhi – Índia

Este é o mausóleo de Humayun, O primeiro com estes traços da arquitetura Persa (o arquiteto era Persa) na península indiana, e com seu marcante jardim, Criando o inicio deste tipo de arquitetura e assim influenciando todos os outros mausoléus, inclusive o Taj Mahal, que veio mais de meio seculo depois.
Nele esta o corpo do Imperador Humayun, um dos maiores da dinastia Mogol, que imperou por seculos a região.
Construído em 1562, é um tesouro arquitetônico.
Voltei para o hotel, estou no Radisson Blu em Noida e curti o fim da tarde na academia. pegando leve, devido a Hernia de disco que descobri.
Abraços e ate o próximo destino imperdível.

08 de setembro de 2017

Tendo que resumir um mês em um tópico devido a falta de tempo, já que mês de agosto e setembro são o ápice do verão aqui na Europa e trabalharmos justamente com mercadoria de verão, vamos tentar resumir tudo isso  nos vários destinos imperdíveis que passamos:

A linda Positano na Costa Amalfitana vista da Villa San Giacomo

Agosto foi de despedida ainda que por ferias de Welyson, que partiu pro Brasil e aproveitou bem mais que a gente que ficou trabalhando.
Eu continuei em Taormina, onde comemoramos o aniversário de Giacomo Cinque junto a FrancescaClaudia no maravilhoso hotel San Domenico Palace de Taormina.

Francesca Cesaro, Giacomo Cinque e Claudia Castellano no Hotel San Domenico Palace de Taormina

Na volta paramos em Tropeaonde nos hospedamos no otimo Villa Paola e partimos para as ilhas eólicas alugando um barco privado no porto de Tropea.

A vista da Villa Paola em Tropea – Calabria

o passeio foi ótimo e voltamos para Positano, onde recebi o amigo Eduardo duda e caímos na estrada para ficarmos na cidade de Viareggio.
Ainda recebemos a Selma no Castelo na Umbria e ali ficamos para curtir bastante o pulmão da Itália. Aproveitamos para adiantar o aniversário do Edu, afinal… Comemorar é algo que a gente adora.
A Umbria é sempre um prazer retornar, é o castelo de 1372 a qual em breve vos apresentarei como se deve.
Tivemos ainda a presença do magnata Indiano Pankaj e sua esposa e dali eu iria partir para a feira de Milano e reencontrar Welyson. Mas esta segunda parte fica para o próximo diário que sera outro resumo de um mês.

08 de Agosto de 2017

Taormina – A nossa terceira casa.

Taormina é meu destino imperdível no verão.
Todos os anos venho para a Sicília e especialmente a Taormina, então me sinto em casa. Na verdade até ano passado tínhamos casa aqui em Taormina, este ano preferimos ficar em hotel e nao podia ser num dos melhores de toda Sicília e Italia: Grande Hotel Timeo.

Os jardins do Grande hotel Timeo de Taormina

Histórico, lindo, enorme, com um jardim que se estende pela colina e vai ate o histórico e importante Teatro Greco. Por isso todos grandes artistas que se apresentam naquele sagrado palco se hospedam no Timeo.

Walber Piva na piscina do Grande hotel Timeo de Taormina

Tenho que criar logo uma página de Taormina, contando de tudo e dando dicas, Por enquanto fico so no relato destes dias de agosto: O sol estava fortíssimo, as praias lotadas, o acesso a praia se da por ônibus (não convém) e pelo teleférico (bastante rápido e cômodo) dando acesso direto a Mazzarò e ilha bela (Isola Bela). Mas preferimos ficar pela piscina do Timeo: Eu (Walber), Welyson, Giacomo e Gabriela. Fomos ate a casa/Galeria de arte de Nino e compramos algumas coisas lindas para Giacomo.

Taormina é linda e histórica, não é à toa que encantou o grande Romancista Goethe. Mas tínhamos que partir… é hora de ferver junto ao grupo Vivart (Viver é arte) em Zurich na Suiça.

É o esperado Street Parade. Promete.

Welyson e Gabriella na casa e Galeria d’arte de Pino em Taormina

Walber Piva repousa no Grande hotel Timeo de Taormina

06 de Agosto de 2017

Ortigia – Histórica ilha de Siracusa.

Ortigia é belíssima. Uma ilha que manteve sua riqueza histórica que faz você viajar no tempo. A praça da Duomo é uma das praças mais lindas da Itália, e um dos destinos imperdíveis da Sicília. 

A bellissima praça Duomo de Ortigia

E quem assistiu o filme Malena, de Giuseppe Tornatore, enlouquece ao ver que o set cinematográfico existe e esta ali, onde toda aquela poesia e “realidade” foi mostrado no cinema. Monica Bellucci enlouqueceu os homens do filme e do cinema e causava ira nas mulheres no filme e inveja e serviu de inspiraçao para muitas aqui fora.
Esta pequena ilha, que engloba o centro histórico de Siracusa e está conectada ao resto da cidade por meio de três pontes, é uma fusão de natureza, arte, história e mitologia. Imaginem que ali, por volta do ano 734 a.C, graças a uma fonte de água fresca e à baía formada pela costa, os Coríntios decidiram atracar seus navios e fundaram a cidade de Siracusa.  Foi também em Ortigia que Arquimedes usou os famosos espelhos para incendiar os navios romanos. É muita história para uma ilhazinha de somente 1km² e que pode ser percorrida toda a pé em uma única manhã.

A Piazza Duomo com seus palácios em estilo barroco e a Catedral, dedicada a Santa Luzia (Santa Lucia), padroeira da cidade sao, sem duvidas, as maiores atraçoes da cidade.
Outra atração de Ortigia é a Fonte Aretusa, ligada ao mito da ninfa Aretusa e do deus Alfeu. Diz a lenda que Alfeu se apaixonou por Aretusa depois de tê-la visto nua enquanto tomava um banho. Aretusa porém escapou das garras de Alfeu, refugiando-se na Sicília, onde foi transformada em uma fonte pela deusa Ártemis. Zeus, com pena de Alfeu, o transformou em rio para que ele pudesse percorrer o Mar Jônio, chegar à Siracusa e então unir-se à sua amada fonte.

A Piazza Duomo de Ortigia a noite

03 de Agosto de 2017

Marzamemi – Uma jóia Siciliana.

Marzamemi é uma jóia ainda não descoberta, com um valor imenso. Fica a pouco quilometros de outra lindissima cidade – NOTO – Que espero visitar novamente em breve.
Quando fui a primeira vez tinha apenas um hotel, as pessoas se hospedavam nas diversas casinhas da vila dos pescadores, que também se transformaram em restaurantes e lojas. Hoje contei três hotéis e com certeza aparecerão bem mais. Por que esta virando um dos destinos imperdíveis da Sicília, com sua vida noturna bem divertida, diversos locais e pessoas super agradáveis que freqüentam esta parte desconhecida ate dos próprios Sicilianos (quanto mais dos Italianos) 
Chegamos para usar a linda praça onde de dia esbanja simplicidade e cores e anoite tudo acontece. Querìamos também ver a nossa loja que temos ali, tão bem cuidada e a segunda que mais vende na Sicília (para se ter idéia do potencial do lugar)
é pequena, mas com diversos restaurantes onde se come muitíssimo bem, o mar é maravilhoso (se pegar uma barca e for para o encontro dos dois mares, vais ter uma experiencia incrível), e uma gente animadíssima. O mercado de artesanato dentro da antiga Tonara é imperdível. Nosso restaurante preferido é o Cortile Arabo, mas existe diversos outros tão bons e a nossa dica vai para a granita de figo no Liccamuciola… Alem do aperitivo obrigatório. Demais.
Fotos para Antica Sartoria e pra Dolce Mare feita, partimos para a belíssima Ortigia.

30 de julho de 2017

Taormina – para o show de Fedez e J-AX.

Partimos de Cefalu em trem para Taormina via Messina. Não tem uma forma que coreio, temos que ir ao extremo norte da ilha (Messina) para ali pegar um trem para Taormina/Giardino Naxos. Chegando ali, táxi ate o centro histórico e fomos as nossas duas lojas que temos no corso Umberto. E ai então começou a nossa saga para conseguir bilhete para o show de J-AX & FEDEZ. Os bilhetes esgotaram 20 dias antes do espetáculo e só vimos depois. Fomos para frente do histórico Teatro Greco (mais de 2 mil anos) tentar ver algum desistente, mas nada. então voltando já desesperançado vimos que existia uma lista de espera dos últimos bilhetes não retirados, sem esperança nem demos o nosso nome, mas ficamos porque algum milagre poderia acontecer.
Chamada feita, todos bilhetes saíram, show começou. então se aproximamos ao balcão com toda tristeza e charme e... As meninas fizeram uma reunião e nos deram dois bilhetes a preço promocional por menos da metade dos bilhetes oferecido anteriormente.

Corremos pro Teatro Greco e enfim estávamos naquele show incrível no palco mais lindo da Itália (se não for do mundo).

J-AX e FEDEZ no Teatro Greco di Taormina

Confiram um pouco da parceria que tomou a primeira posição da música italiana neste verão:

19 de julho de 2017

Cefalù – Historia e praias na Sicilia

Cefalù é uma cidade italiana na região da Sicília com 14.343 habitantes.

Fica na costa Setentrional Siciliana, a 70 km de Palermoé um dos litorais mais freqüentados da Sicília, com um número enorme de turistas locais e estrangeiros, triplicando sua população.
A cidade histórica, que faz parte parque da Madonie, é incluído na lista dos vilarejos históricos mais bonitos da Itália.
A Catedral da cidade faz parte do circuito Palermo-Arabo-Normando e declarada como Patrimônio histórico da Humanidade pela UNESCO.

Welyson posando para a grife Dolce Mare em Cefalu

Fomos a trabalho, para Antica Sartoria. Então aproveitamos pouco, mas comemos bastante e bebemos também. Destaque para a visita de Andreia e sua linda filha  para almoçar com a gente.
Aproveitamos ainda para malhar na academia locar o enfim finalizar o video da Paradinha com o Welyson. Nem Anitta percorreu tanto para um clipe como a gente. o Paradinha Challenge valeu 🙂
assistam:

08 de julho de 2017

De volta a Ilha das sereias – Capri

Voltamos a Capri. desta vez a trabalho. temos que cuidar da loja da Antica Sartoria do Porto que não esta indo tanto bem quanto a da piazzetta. Aproveitamos para um passeio na Ilha, Welyson conhecer a Grotta Azzurra que é um espetáculo e passamos o dia de folga da Clizia na Canzone del Mare, um dos stabilimento balneario mais prazeroso da Ilha.
Capri é sempre ótimo voltar 🙂

Walber e Clizia aproveitam o stabilimento ” La canzone del Mare” em Capri – Italia

28 de junho de 2017

Incredible India – a descoberta de Ahmedabad

Chegamos em Ahmedabad via Delhi com a Air India. Viemos a cidade porque o primeiro ministro da Índia quis mudar o mais importante evento de moda do país para a cidade de Ahmedabad, que esta (mais) próxima de Mumbai , mas também Jaipur e não tão Longe de Delhi (1:40h de voo).
Voo tranquilo, business boa, comida ruim, chegamos no aeroporto e fomos surpreendido, pois é muito moderno, limpo e pratico.
Passei pelo controle com passaporte brasileiro e a Índia há dois anos aboliu o visto obrigatório a brasileiros (Itália naquela época não) de visto na embaixada, podendo ser pedido pela internet a autorização de” visa on arrive” (visto na chegada).
A desvantagem é que era um visto valido apenas por um mês e de apenas uma entrada. (sendo permitido o pedido de até três vistos por ano.
Mas há 2 meses a lei mudou (a Itália foi contemplada também) e hoje o visa dura até 2 meses (60 dias) com até três entradas (no site a informação era de duas ate a ultima consulta). Isso facilitou minha vida já que estive num dos destinos imperdíveis da região – O Nepal, e ao voltar fiz o visa on arrive no dia 15 de maio e então esta valido ate a data que entrei (e ia sair) na Índia de novo.
controle feito, carro do hotel esperando, partimos para o Hyatt Regency, um dos poucos hotéis 5 estrelas da cidade. Hotel moderno, pessoas cordiais, quarto suíte maravilhosa.  Era descansar porque a feira prometia.
A feira um caos, de todas (uns 12 pavilhões) apenas dois eram interessantes para nós, no primeiro dia a presença do primeiro ministro piorou tudo, entrar na feira foi uma guerra, banheiros sem água e sujos, de difícil acesso, área de alimentação terrível… não foi fácil mas o pior veio no dia seguinte: muita chuva. Ruas alagadas, as coisas ficaram mais difíceis e piores. Mas conseguimos encontrar bastante coisa interessante, possíveis parcerias e voltamos para a Itália com a sensação de missão cumprida.
Mas sem muito animo de voltar tão cedo a Ahmedabad.

Na feira de moda de Ahmedabad – India

24 de junho 2017

Foligno – Umbria – La Rocca dei Trinci

Um dos lugares mais incríveis que existe pra mim é a Rocca dei Trinci. É uma das casas… neste caso Castelo, que a empresa tem e que adoro ir.
Seja pra descansar ou trabalhar ali tudo funciona, tudo é mágico. Fica na cidade de Foligno, porém fora, na verdade em Capodacqua di Foligno. É a Região da Úmbria, a região mais religiosa, terra de grandes santos como Santa Rita, São Francisco, Santa Clara, São bento além de outros. Cidades históricas lindas como Assisi, Todi, Spoleto, Spello, Bevagna, Perugia são vários dos destinos imperdíveis na região. “Os Trinci” eram a família mais poderosa que viveram em Foligno, e tinham seu palácio no que é hoje o centro da cidade e a torre de recebimentos de taxas em Capodacqua.

La rocca dei Trinci – Capodacqua di Foligno – Italia

A Torre è de 1372 e depois da família pertenceu (a maior parte) ao Vaticano. A nossa empresa reestruturou ela toda após comprar do Vaticano e hoje usamos como hotel histórico, ainda pequeno (apenas 5 quartos) e como local para eventos (shows e casamento, por exemplo). A igreja da Rocca é consagrada, é onde esta a Madonna Del Castello ( A nossa Senhora) e ainda temos pinturas (Afrescos) históricos (uma de Giotto). É um sonho. É uma paz. Eu amo estar aqui.

22 de Junho de 2017 

Veneza – Realizando um sonho.

Partimos de Torino eu e Walber Lucio com o trem veloz Frecciarossa. Trem super rápido e com poucas paradas, chegamos muito rápido em Veneza, um dos Destinos imperdíveis do mundo.
Chegando lá na estação de Santa Lucia pegamos o vaporetto (espécie de ônibus marítimo) e decidimos comprar o bilhete valido para todo o dia por menos do triplo do valor do preço unitário (20 euros invez de 7,50) e tomamos rumo ate a “Piazza San Marco” e fomos deixar nossas malas no hotel Relais Venice próximo a praça. Tínhamos que aproveitar o belo dia para tirar lindas fotos da ilha.
Próximo ao hotel encontramos um restaurante especializado em pastas, o Fresh Pasta To Go e não teve demora…  Pausa rápida  pro almoço.
Logo em seguida decidimos ir conhecer a Ilha de Burano, a ilha das rendas.
Para chegarmos là tivemos que pegar um barco e ir em direção a Burano, rota incluída no nosso bilhete diário. Quando chegamos nos deparamos com lindas casa com uma imensidão de cores e aproveitamos o belíssimo cenário para fazer varias fotos, Algumas já pro catalogo on line da nossa marca de roupas que breve estarão disponíveis para compra.

Welyson posando para a Dolce Mare em Burano – Venezia – Italia

De volta a Veneza topamos ir em um passeio de gôndola. Gôndolas são embarcações a remo belíssimas  e o passeio pelos pequenos canais de Veneza não tem explicação… è maravilhoso.

Passeio de gondola pelos canais de Veneza – Italia

Depois do passeio fomos andar pelas ruas de Veneza e desbravar mais belezas encantadoras da ilha, com o sol se pondo e a noite chegando, Veneza mostra mais ainda sua famosa fama de um lugar romântico, com belas pontes, iluminações apropriadas e flores por todos os lados, Veneza faz valer sua fama.

E para ficar melhor não podia faltar os shows dos violonistas na Praça que deixam a noite de Veneza  esplêndida. Com a chegada da noite e todo esse dia de passeio, vem a hora boa… a hora da janta.
Eu e Walber Lucio decidimos ir para um dos restaurantes junto ao grande canal ao lado da ponte de Rialto, e em seguida partimos para o hotel para descansar para nosso próximo destino imperdível.

21 de junho de 2017

Torino – a primeira capital da Italia unificada.

Torino tem ar de realeza. É chique, limpa, organizada e muito bem cuidada. Mas amo Torino por estar quem mais amo neste mundo: minha Irma, cunhado e sobrinhos. Já era hora de Welyson conhecer eles também (so se conheciam pela internet) e aproveitamos para comer tão bem (Sandra arrasa na cozinha) e relaxar.

Partimos para Piazza Castelo, um dos destinos imperdíveis da cidade e passeamos por ali até a chegada de nossa anfitrian Lilian, uma guerreira famosa na Itaia e Brasil por sua luta de vida.

Welyson, Liliam e Walber na Piazza Castelo – Turim, Italia

Demos um pulo no Teatro régio, onde a Opera Macbeat mistura Shakspeare e Puccini. Demos aquele abraço ao diretor Mauro Ponzio e voltamos pra praça para gravarmos um pouco da coreografia da Paradinha que Welyson ta fazendo para um vídeo. Lilian participou e foi ótimo.
Passeamos pelos museus Egipcio e ressurgimento, fomos para Piazza San Carlo, descemos a via Roma, admiramos a fachada apenas restaurada da estação Torino Porta nuova e voltamos para casa para jantar na companhia de Sandra e preparar as malas. Temos mais destinos imperdíveis, não podemos parar.

20 de Junho de 2017

Milano – A outra Capital

Milano sempre moderna, fashion e veloz… onde as pessoas correm para seus escritórios e assim comandam o paìs. Milano tem uma das praças mais lindas da Europa, a Praça Duomo, um dos destinos imperdíveis da Italia. A Duomo (Catedral) de Milano é o ápice do gótico na Italia. Linda, se completa com a bela e elegante galeria Vittorio Emanuele com suas lojas de grifes mais famosas do mundo.

Milano- Italy

Walber e Welyson na Praça Duomo de Milao

Passeamos por ali, andamos em frente ao importante teatro La Scala, seguimos as ruas tomando um ótimo sorvete e fomos ate o Castelo Sforzesco.
Uma breve estadia, que vale sempre a pena, Milano é destino imperdível.
https://youtu.be/ONlJMDZjx7Y

18 de junho de 2017

Ischia , A ilha termal.

Na verdade Ischia pra gente começou no dia 15 quando partimos de Positano via Capri.
chegamos no Porto de Ischia – a maior das ilhas do golfo de Napoli, e fomos direto para o hotel. O Ischia Blu Resort é incrível. São apartamentos com uma praia privada deliciosa que mesmo tão próximo do Porto é limpa, calma e não esta na rota dos barcos comerciais, então é para relaxar e aproveitar.
Fomos jantar na parte mais chique da ilha, Sant’Angelo num dos melhores restaurante da ilha, “Ristorante dal Pescatore”. Ainda vimos os fogos de Forio e voltamos pra casa. Sábado dia 16 foi de muito mar, passeio pelo centro, onde temos a nossa loja (na ilha são duas, Porto e Forio) e depois partimos para o castelo Aragonês para embarcarmos para um restaurante lindo com uma vista mais linda ainda do Castelo. O restaurante é o Il Giardino EdenSe vai via mar, já que via terra é complicado e cheio de escadas, sendo incomodo depois que você janta subir toda aquela ladeira. A comida não foi tão maravilhosa, mas vale pelo ambiente sempre.

Welyson, Walber e Riccardo - homens ao mar.
Domingo acordamos cedo e preparamos as coisas para partir com barco privado que Riccardo veio nos buscar e fizemos um dos passeios mais maravilhosos que se pode pela costa: O golfo de Nápoles, a costa Sorrentina e a Costa Amalfitana, passando pela ilha de Capri, almoçando em Nerano e tomando banho na Ilha de Gali. São destinos imperdíveis da região, de toda Italia e não exagero que do mundo. Voltamos ao Paraíso – Positano com aquela vontade de permanecer no mar. Ah… o mar.

13 de junho de 2017

Roma – a cidade Eterna.

Bastamos atravessar a rua no Vaticano e estamos de volta a Roma, na Italia. O Castelo de Sant’Angelo não me conquistou ainda, mas as pontes que ali estão, estas eu amo. São lindas e nos leva a outros tempos.
Caminhamos ate a piazza Espagna, passando antes na nossa loja da Antica Sartoria de Roma. Praça Espanha é um dos destinos imperdíveis da cidade, é linda mas também não me enlouquece. Porem vou sempre ali.  Paramos para almoçar e seguimos a pé até a Fontana de Trevi. Sempre lotado, e linda (Assim como a Piazza Espanha acabou de ser restaurada) é parada obrigatória nem que seja para apenas jogar uma moedinha ou relembrar a cena do filme “La dolce vitta”.
Caminhamos mais um pouco para admirar o monumento a Vittorio Emanuele, o tao contraditório monumento branco. Eu acho lindo, mas realmente ali, incomoda. Seguimos pelo Forum Romano e chegamos numa das 7 maravilhas do mundo moderno – mesmo ele sendo tão antigo: O Coliseu.Welyson em Roma

Lindissimo, imponente, único. É o maior símbolo da cidade eterna.
Passamos para dar aquele abraço aos nossos sempre anfitriões em Roma Renato e Fabio e corremos para o aeroporto para encontrar os loucos Giacomo e Ferdinando. Agora é voltar pra casa, pro paraíso.

12 de junho de 2017

Vaticano

A notícia de que deveríamos buscar Giacomo e Ferdinando em Roma nos pegou de surpresa, mas como viajar é sempre bom, partimos para um dos destinos imperdíveis da Itália e mundo: a cidade eterna de Roma.
Fomos para Napoli logo cedo e dali pegamos o trem veloz Frecciarossa da Trenitalia e partimos para Roma. Porém ao chegar ali fomos direto para um outro país: Vaticano.
Welyson e Walber na praça San Pietro no Vaticano

Wesley e Walber no Vaticano

O vaticano é um país independente cravado na capital Italiana. É o menor país do mundo, com seus 440 m2 e sua população de menos de mil habitantes. Porém a grandiosidade do Local, a preciosidade artística e arquitetônica faz dela gigante. Sede da Igreja católica, recebe milhares de turistas e peregrino todos os dias.
Chegamos de metro e fomos direto para enorme fila para conhecer a Basílica, depois fizemos diversas fotos pela piazza San Pietro (praça São Pedro) e caso alguém goste do nosso look (principalmente as camisas) em breve estaremos vendendo online com entrega em todo Brasil.
Imaginar como aquilo fica com missas ou a bênção de Angelus é emocionante. Cabem 60 mil pessoas na praça e basílica. Gostaríamos de participar, mas não hoje porque Roma esta logo ali em frente e nos espera (assim como Giacomo e Ferdinando também).

09 de junho de 2017

Capri – A Joia do Mediterrâneo

Depois de quase um ano sem atualizações, entre varias viagens, novos empreendimentos, nova casa – Negociamos o domínio “viajarfazbem” e estamos aqui agora, com o Destinos Imperdíveis, que é a nossa cara.
E vamos começar por um destino imperdível do verão europeu: Ilha de Capri.

Como moramos em Positano, Capri esta a “dois passos”. Na verdade são apenas 35 minutos de barco com o maravilhoso Positano Jet da Lucibello.
Partimos no barco das 10:25 (no verão são 3 horarios de partida e retorno) na intenção de voltar no ultimo horário – as 18:00. Alem de nós  – Walber e Welyson, partiu com a gente o turismólogo islandês Ragnar. Uma pessoa incrível que fala português muito bem.
Chegamos em Capri e fui conhecer a nossa nova loja da Antica Sartoria no porto. Corri para comprar os bilhetes de ônibus, agora separados dos bilhetes da funiculare (antes era único) e partir para Anacapri. A ilha de Capri é dividida em duas comune (cidades): Capri e Anacapri. É em Anacapri que se encontra a Grotta azzurra, A Vila San Michelli e o famoso Monte Solaro com sua divertida “Seggiovia” (espécie de cadeirinhas puxadas por cabos como as das estações de esqui). Era ali que queria levar eles, já que Ragnar é especializado em turismo espiritual e o Monte Solaro, se vc sair das proximidades do bar, é de uma paz e espiritualidade incrível.

Welyson no Monte Solaro, Ilha de Capri

Pagamos 12 euros pela ida/volta com a seggiovia, fizemos bastantes fotos no topo do Monte Solaro, caminhamos pelos campos floridos e voltamos a Anacapri para voltarmos a praça central – a Piazzeta.
Ali lanchamos e passamos na loja principal da Antica Sartoria na Ilha, onde pude rever e conversar bastante com nossas colaboradoras. Mas era hora de partir pra praia e queria logo chegar na minha favorita: Arsenale.
A praia do Arsenale é proibida o acesso devido ao perigo de queda de pedras da montanha, mas eu adoro aquele lugar, é zona naturista (não legal, como o acesso) com um pessoal tranquilo, pouquíssima gente (as vezes apenas um ou dois casais) e um mar esplendido, alem da vista para os “faraglioni” que são os símbolos de Capri. Ali ficamos ate tarde, voltamos pra loja, fomos ate a casa da empresa que temos em Capri, tomamos um banho e fomos jantar e passear pela Punta Tragara. A lua Cheia atrás dos “faraglioni” era cenográfica. Dormimos em Capri, acordamos pra irmos a praia, fizemos a “proibida” Via Krupp (esta fechada por causa das quedas de pedras, mas nos pulamos o portão) e fomos para a Marina Piccola, A praia livre mais famosa de Capri.
Voltamos em tempo de passar na loja, se despedir das meninas, ir para o porto e se divertir com o staff do Positano Jet que são hilários. Chegamos em Positano a tarde… com aquela sensação que estivemos no paraíso, mas em Positano a sensação continua.
Ficaremos por aqui…por enquanto. Pois nossa casa também é um dos destinos imperdíveis.
Assistam o vídeo:

22 de outubro de 2016

Chegada ao Paraiso

Cheguei num voo charter comprado na hora porque meu voo teve modificação e chegaria apenas as 5 da tarde do dia 21 em Zanzibar. E não valia a pena perder um dia de paraíso na cidade de Dar Es Salaam. O voo, pela ZanAir feito num avião super pequeno e emocionante. Acho que foi o voo mais emocionante da minha vida, pois tinha o piloto na minha frente e sua janela sem nenhuma segurança alem da tranca. Aterramos com pista molhada,  peguei meu taxi e parti pro Sea Cliff Resort.
O que dizer? Magnífico.
Me deram o quarto antes, aceitaram meu ultimo cartão que restou, o quarto maravilhoso, duas piscina  incríveis, um mar estupendo e um bar no meio da maré que baixa drasticamente e mostra toda maravilha do local. Apaixonado, casei e amei com este lugar.
Tava rolando um casamento também, e aproveitei para me jogar, alem de ficar amigo dos noivos (ela fazia aniversario no dia seguinte também)
Jantar incluído um Buffet ótimo e como estava cansado fui dormir cedo, afinal, o próximo dia, meu primeiro dia de aniversario… Prometia ainda mais

A incrivel piscina do Sea Cliff Resort Zanzibar

A incrivel piscina do Sea Cliff Resort Zanzibar

______________________________________________________________

21 de outubro de 2016

O belo parque de Tarangire.

Tomamos café no Lodge e deixamos os quartos, pegamos nosso jipe, apenas em três, e partimos para o Tarangire. Era estrada pra Arusha. Chegamos no parque e paguei a entrada de todos, para descontar no meu valor do safári. E descobri que meu cartão tinha sido clonado. Foi uma dor de cabeça imensa. O parque é maravilhoso, muitos elefantes, girafas logo no inicio, muitas zebras, zebus, leões, cervos…. um pequeno serengeti. Paramos para lanchar num belvedere maravilhoso. e continuamos a passear pelo parque.
voltamos e tive uma dor de cabeça com o guia, que voltava toda estrada para pegar o Thierry que tinha feito outro passeio. Prometeram-me chegar em Arusha as 5 e chegamos depois das 7. Sai revoltado, paguei o que devia, não aceitei o transfer deles para o aeroporto de kilimanjaro e corri com outro taxista para o aeroporto. Era meu amigo J.Z.

Descansar em Zanzibar era o que mais queria.

Uma Leoa descansa sobre a arvore apos um banquete

Uma Leoa descansa sobre a arvore apos um banquete

______________________________________________________________

20 de outubro 2016

A incrível cratera de Ngorongoro

As 6 da manha já estava na recepção pronto para partir para a Cratera de Ngorongoro.
O Ngorongoro é um vulcão extinto da Tanzânia, de bordas altas e profundas. No interior da cratera a topografia plana cheia de vegetação herbácea é um paraíso para os animais herbívoros que não precisam sair daí e, que por sua vez, são uma forte atração para os predadores. No Ngorongoro a cadeia alimentar e a “farra” está completa.

É também considerada a Arca de Noé da África Oriental, por abrigar no seu seio a quase totalidade das espécies animais daquela região, integrados num ecossistema que ainda não foi afetado pela mão do homem. Observado do alto das suas falésias ou do fundo da sua vastíssima cratera, o Ngorongoro é um dos locais mais fascinantes de África.

De fato, a cratera de Ngorongoro é um lugar muito bonito, que abriga milhares de animais selvagens. Foi até chamada de “a oitava maravilha do mundo”, por alguns naturalistas, e pode-se entender o motivo.
Partimos de Arusha apenas em três pessoas mais o motorista e fomos ate o Panorama Safari Camp and Lodge – um local com uma vista muito bonita e uns “iglus” que dentro pareciam casas de abelhas. Era ali que iríamos passar a noite. Quando cheguei conheci um brasileiro, Thyerri, de Fortaleza. E saímos juntos no mesmo safári para a cratera de Ngorongoro.
Paramos no mercado da cidade natal do nosso motorista para comprar água, e seguimos estrada. Via muitas pessoas vestidas maravilhosamente, que dariam ótimas fotos, mas o carro corria sem nenhuma chance de foto. Chegamos à entrada do park, foi pago a entrada pelo guia, e começamos a subir. A primeira coisa que você encontra na primeira parada é a vista de toda cratera e isso explode na tua frente que vc não acredita estar diante de algo tão incrível. A cratera é fantástica e La de cima quase nada se via, apenas uma manada de búfalos…
Fotos, corre pro carro e começa a descida para dentro da cratera. É uma descida bem acentuada, e La em baixo você começa a ver diversas espécies numa só parada: Elefantes, zebras, búfalos, javalis, avestruz, hienas, uma quantidade imensa de pássaros, uma arca de Noé realmente, apesar que pela historia ali teria apenas um casal de cada espécie e aqui são diversos…
entramos pela cratera a fora, tinha este lago salgado onde subia uma fumaça e era de cor branca. Animais por toda lado, redemoinhos também (e o Thyerri lembrou do diabo que mora dentro dele hahahahaha). Para onde parávamos tinha diversos animais que rendiam lindas fotos. Fomos ate o lago onde vivem uma quantidade enorme de Hipopótamos, e depois paramos para observar um casal de leões que descansavam, possivelmente após um banquete.  Logo após, um outro leão dormia próximo a um rio e depois de tanto passear, uma pausa para o almoço. Almoçamos ao lado de um belo lago com uma arvore linda. Ali tem banheiros e quase todos vão para ali para almoçar. O lanche, numa caixinha de papel continha de tudo: suco, água, frango frito, pastel, pão, fruta, bolo… Mas o que me incomodava o tempo todo era saber que não tínhamos proteção nenhuma e aquele parque estava cheio de Leões, Chitas, hipopótamos, rinocerontes, hienas e outros animais silvestres. Fui ao banheiro correndo, com medo hahahahaha.
sentamos a beira do lago e só depois de muito tempo vi que era também infestado de hipopótamos, e pra quem não sabe, os hipopótamos são os animais que mais matam humanos na áfrica.
Dali passeamos ainda mais um pouco pela cratera e voltamos para o nosso lodge. Foi um ótimo dia, mas amanha ainda promete mais.

A Cratera gigantesca de Ngorongoro.

A Cratera gigantesca de Ngorongoro.

______________________________________________________________

19 de Outubro 2016

Chegada em Kilimanjaro e Arusha.

Partindo cedo de Dar Es Salam cheguei antes das 9 da manhã em Kilimanjaro. Quando ia pegar um taxi (50 dólares) descobri um ônibus da própria companhia aerea (Air precision) a 10.000 shellins (5 dólares). Me joguei.  Viagem tranquila, estrada toda em obra, então bem lento, o que não faria diferença se estivesse no taxi. Já no centro de Arusha comprei um numero local pra mim e peguei um taxi com J.Z, um comedia.
Hospedei-me no Mvuli Hotel, super tranquilo, bom quarto amplo e silencioso, um staff super simpático e logo arrumei um passeio por perto, no Arusha National Park.
parti pagando 100 dólares pelo passeio, mas a entrada era por minha conta e se foram mais 80 dólares só para entrar no park. Gostei bastante, era minha primeira experiência em Safári, o Park não tem muitos animais, mas só de ver uma girafa ou zebra me dava alegria, pois eram animais em seu habitat natural, seguindo seu curso de vida naturalmente.  Paramos para lanchar ao lado do lago, o que me assustava já que em torno tinham diversos animais selvagens, e ainda passeamos em torno do lago, lotado de flamingos. Voltei para o centro era já 6 da tarde quase e fui ver algum passeio para os dois dias seguintes.
na primeira agencia seria 1300 dólares dois dias de safári. Achei alto e parti para uma segunda. 1200 dólares Tb não me satisfez. Então chamei o taxi e tentaria algo pelo hotel (que também tinha um de 1300) e chegou um rapaz oferecendo safári numa agencia.  Só fui porque foi confirmado com meus já amigos da Airtel, onde comprei meu numero. E eis que o cara me ofereceu pelo safári, hospedagem, jantar e café da manha… 380 dólares. Topei na hora e voltei pro hotel contente porque já tinha programa para o dia seguinte. Jantei no Hotel Mvuli um peixe com coco maravilhoso e fui dormir, porque o dia seguinte começava novamente cedo.

Lago do Arusha Park com milhares de flamingos

Lago do Arusha Park com milhares de flamingos

______________________________________________________________

18- Outubro – 2016
Viagem longa…

Parti de Roma as 6 da manha com a companhia holandesa KLM Airlines. Quando fiz minha passagem optei por primeira classe para ter a liberdade de mudanças, além do conforto. Tinha lido sobre a rota da KLM por Kilimanjaro e tentei, mas não tinha disponibilidade nesta data. Então fiz para Dar ES Salaam, a capital da Tanzânia.  Mas ao fazer chekin descubro que meu voo será com escala – alem da obrigatória Amsterdam , por Kilimanjaro e isso me deu uma raiva. Mas parti…

Cheguei a Amsterdam e aquele aeroporto é um mundo e tinha apenas 40 minutos de transito. Corri bastante e cheguei em tempo. Embarquei para Kilimanjaro antes de Dar Es Salaam. O avião muito confortável, primeira classe com ótimas aeromoças, filmes excelentes com língua portuguesa até no Menu, comida ótima. Nota 10 para a KLM. Cheguei em Kilimanjaro e ainda tive que mudar apenas de assento, o que não foi problema algum. E depois em menos de uma hora estávamos já em Dar Es Salaam. Cheguei quase 8 da noite, wifi free no aeroporto fraca mas existe e mesmo lento funciona. Passei pelo controle de passaporte, sai e fiz cambio de moeda La fora mesmo. Troquei 100 euros que rendeu 220.000 shilings. Controlei um hotel próximo do aeroporto e encontrei um bem perto por 40 euros, o Transit Motel Ukonga. Mas deixei para pagar La diretamente. O taxi me cobrou 10 dólares, o que era exagerado. Mas vamos ajudar a economia local .Parti pro hotel. Era simples, mas muito cômodo com uma internet boa e tudo que precisava para passar uma noite. Agora dormir porque o próximo dia começa cedo e promete

Pronto pra viajar - bilhetes e passaportes na mão!

Pronto pra viajar – bilhetes e passaportes na mão!

___________________________________________________________

17- Outubro – 2016
Em viagem para a África

Meu contato maior com o continente africano foi em Madagascar em 2015. Foi uma viagem fascinante e aumentou mais ainda meu sonho em viajar pela mãe África.

E este ano resolvi comemorar meu aniversario passeando pela África. Serão, a principio, 4 países, e o primeiro será a Tanzânia.

Parti de casa em Positano para Nola, trabalhei um pouco pela manha, me despedi de Giacomo e do pessoal, já que quando eu voltar eles estarão na China, e peguei uma Carona com Enzo ate Napoli, onde peguei o frecciarossa para Roma para chegar logo na casa de Renato e Fabio.

É sempre bom visita-los em Roma, mas hoje era mais especial ainda, já que chegariam as amigas da Suiça com seus filhos. Rosangela Flor, Inez e Alzinete chegaram pra pizza, matei saudades de Gustavo também, filho da flor, do Noa e não me lembro do nome da bela filha da Inez. Foi um encontro de amigos VivArt.

Elas saíram quase meia noite La da casa de Re e Fabio e já não valia mais a pena pegar um hotel, já que meu voo era as 6 da manhã para Amsterdam. Peguei um Uber pro Aeroporto e assim começa minha viagem pela África.

Encontro de amigos Viver é arte em Roma na casa de Renato e Fabio

Encontro de amigos Viver é arte em Roma na casa de Renato e Fabio

_____________________________________________________________

08-07-2015

Acabo de chegar de Paris.
Estive para o Paris Who’s Next pret a porter.  É a feira de moda mais internacional que conhecemos.

Este ano estava fraca, tinha um trabalho imenso em meio aos pavilhões que atrapalharam muito o desenvolvimento da feira, estávamos no final do ultimo pavilhão, diversos itens que poderiam nos atrapalhar mas fomos muito bem.

Recebi a visita da Aline, do casal Nette e Erick e do velho amigo Nettho. Ganhei presente, rimos e bebemos muito (Champagne é de graça, com direito a boy magia)
Os jantares foram no Chez Clement em frente ao parque de exposição, o louco “Nos ancetres les Gaulois”, o concorrido “Le Relais de l’Entrecote” e no Cabaret Pau Brasil (que desilidiu demais na comida e empolgou no show). Passeamos pela Notre Dame e Marais, e de carro pela Champs Elisees/ Arco e ainda a Torre Eiffel.
Foram dias bons, ir a Paris é sempre bom, a cidade sempre a Mais bela de todas, e ainda teve o episodio de termos esquecido uma mala dentro do taxi. Ali dentro tinha 9 ipads, um computador, todas as nossas vendas e quase 20 mil em dinheiro. Depois de 5 horas o taxista veio ate o hotel devolver tudo… Era um Senegalês e estávamos arrasado e tentado de tudo para encontra-lo. Final Feliz. Estamos de volta a Itália.


01-07-2015

Vou começar meu diário de bordo ja com tantas viagens na mala.
Hoje é dia de partida, estava na Suíça, em Zurich para o street parade, que foi ótimo porque também foi já o nosso 13° encontro do grupo VIVART que é um grupo criado ainda na rede social Orkut que migrou para o Facebook e hoje Whatsapp.
Os encontros do Grupo são de amigos, onde o anfitrião (ou anfitriões) recebe em casa uma turma que vem de tudo quanto é canto. Este Teve eu da Italia, Paulo da França, Vinicius de Portugal e uma turma da Alemanha, Raposinha e Thiago foram os anfitriões principais, mas o pessoas também foi pra casa da Rosangela em schaffhausen, na divisa da Suiça com a Alemanha.  Eu aproveitei ao Maximo estes 4 dias na Suiça , e terei agora 9 horas de trem ate Napoli para chegar em casa, ainda depois de uma hora de metro e mais uma de ônibus. Vai ser longa a viagem,  mas com belas paisagens e muito trabalho para acabar. Paguei 180 euros, parti as 9 de Zurich e Espero chegar as 10 da noite em casa. Se não ocorrer nenhum imprevisto .

Zurich Bahnhof

Zurich Bahnhof